Fratura por estresse do calcâneo

 

  O calcâneo é o osso que forma o calcanhar e o maior e mais volumoso do pé. Em atletas de corrida, a lesão mais comum no calcâneo é a fratura por estresse. Ela é diagnosticada, geralmente, em praticantes mais pesados e que não utilizam um bom tênis com amortecimento ou que não tenham uma boa biomecânica da corrida, ou seja, que aterrissam com o calcâneo ao solo, jogando todo o peso dele e diminuindo assim a velocidade de sua corrida, além de aumentar o impacto sobre a região.

Como evitar​

- Usar tênis adequado ao tipo de pisada;
- Preocupar-se com o sobrepeso;
- Não treinar além do necessário;
- Alongar os músculos das panturrilhas e tendões calcâneos sempre após treinos e provas.

Tratamento

  O tratamento ortopédico pode ser conservador ou envolver fixação cirúrgica, redução e imobilização, dependendo da gravidade da fratura apresentada. Lembrando que, em todos os casos, o fisioterapeuta vai atuar no processo de recuperação da funcionalidade e diminuição dos sintomas do processo inflamatório para o retorno precoce às atividades de vida diária.

O fisioterapeuta iniciará o tratamento já no período de imobilização, utilizando diversas técnicas com o propósito de reabilitar o paciente. De tal modo que o paciente possa retornar com segurança às suas atividades, inclusive de lazer e trabalho, melhorando cada vez mais a sua qualidade de vida.
Para manter o condicionamento do atleta, orienta-se  praticar esportes sem impacto – musculação para membros superiores, sem restrições, e para membros inferiores, com restrições, desde que não seja utilizada articulação do pé. A corrida na água, também chamada de "deepp running" é sempre bem-vinda.

©2020 Instituto de Fisioterapia

Av. Juscelino Kubitscheck, 1597 - Centro, Foz do Iguaçu - PR

 Tel: 045 30292930   -  045 99859 9074

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social