Joanete

  Aquele osso saltado na lateral do pé que incomoda e sempre dói quando se está com um sapato fechado durante um tempo. Sabe do que se trata? Se você pensou em joanete, está certo. Muitos reclamam desse "dedo a mais", principalmente os atletas. Coincidência ou não, as mulheres são as mais prejudicadas porque, além do tênis, adoram um salto alto.

  Joanete é causado pelo desvio do primeiro osso do dedão, o hálux valgo, conhecido como joanete, não é um osso que cresceu ou que surgiu, mas sim um desvio do primeiro osso metatarsiano (no dedão) que se expressa como uma saliência na região de dentro do pé, causada por questões genéticas ou mecânicas, como o uso de calçados inadequados. Consequentemente, também gera o crescimento das falanges. 

- O joanete altera a pisada pela dor que causa ou pela própria desestruturação que o pé adquire com o impacto e o uso de sapatos. O osso deforma e muda a base do apoio final, podendo até sobrecarregar o segundo dedo, gerando uma metatarsalgia de transferência (dor na face plantar central do pé) e até mesmo levantar o dedo, formando o dedo em figa.

 Causas

  O joanete tem numerosas causas reconhecidas, incluindo fatores biomecânicos, traumáticos, metabólicos e congênitos. A instabilidade bio-mecânica é a etiologia mais comum e está associada a pés planos, contratura gastrocnêmica, flexibilidade excessiva dos ligamentos, varo do antepé e estrutura óssea anormal.

  Condições artríticas associadas com o joanete incluem gota, artrite reumatóide e artrite psoriática. As desordens do tecido conjuntivo como afrouxamento ligamentar podem facilitar o desenvolvimento do hálux valgo, incluindo a síndrome de Marfan, a síndrome de Ehlers-Danlos, e a síndrome de Down.

  Finalmente, as causas traumáticas para o joanete incluem fraturas mal-consolidadas, luxações e entorses graves de tecido mole ao redor da primeira articulação metatarsofalangeana.

Sintomas

  Pacientes com joanete apresentam uma variedade de queixas. A dor é localizada tipicamente sobre a proeminência mediana. Os pacientes podem sofrer de bursite (inflamação da bursa) sobre a articulação metatarsofalangeana, com inflamação da pele ou calo.

  A frequência ou a gravidade da dor pode ter progredir de uma hora para outra e certamente levará o paciente para uma consulta com um ortopedista especialista em pé. Caso não haja essa busca por um especialista, o paciente possivelmente perceberá um aumento no tamanho da deformidade. Em alguns casos pode-se apresentar um desvio tão severo a ponto do dedão do pé se posicionar abaixo dos 2o e até 3o dedo do pé.

  A dificuldade em encontrar um sapato confortável se torna ainda mais frequente.

 

Recomendações

  Se o desvio e a saliência não causam dor, é possível praticar atividades físicas normalmente.   A questão é proteger a região para a deformidade não piorar e fazer um bom trabalho de fortalecimento muscular. Se causarem dores, é preciso tratar.

Tratamentos

Tratamento Conservador:

  O objetivo do tratamento de deformidades hálux valgo (joanete) é a resolução dos sintomas. Muitas vezes, opções de tratamento conservador, como um sapato com a parte da frente mais larga ou uma profundidade adicional do antepé, podem diminuir a dor mediana do joanete. Isto decorre da presença de mais espaço no calçado para a deformidade do antepé.

 Palmilhas ortopédicas, os espaçadores do dedo do pé e as almofadas de joanete podem ser usados ​​e eventualmente aliviar os sintomas. Infelizmente, nenhuma das opções de tratamento não-cirúrgico irá corrigir permanentemente a deformidade do hálux valgo, mas em casos moderados podem ser eficazes e deixar com que a pessoa conviva com a condição mais tranquilamente.

Cirurgia do Joanete

  A correção simplesmente cosmética não é uma indicação correta para a cirurgia de uma deformidade de joanete. Para o tratamento cirúrgico ser indicado, o paciente deve ter uma dor que não é aliviada por uma simples mudança de sapatos ou outros tratamentos conservadores.    O tipo de tratamento cirúrgico é geralmente ditado pelo grau da deformidade em radiografias, bem como achados do exame físico.

Mais de 150 formas de cirurgia diferentes foram descritas para o tratamento de hálux valgo. Os objetivos da cirurgia são o realinhamento ósseo e dos tecidos moles. Para deformidades leves, comumente emprega-se a ressecção da proeminência mediana (exostectomia). Também emprega-se a osteotomia distal do metatarso e realinhamento dos tecidos moles em torno da articulação metatarsofalângica. Para deformidades mais severas, os cirurgiões utilizam o primeiro eixo metatarsiano ou as osteotomias proximais para conseguir uma correção mais vigorosa.

  Quando os pacientes apresentam hipermobilidade na primeira articulação tarsometatársica, uma fusão desta articulação fornece uma correção confiável. A artrodese da primeira articulação metatarsofalângica é utilizada para deformidades severas, deformidades espásticas ou rígidas e artrite associada.

©2020 Instituto de Fisioterapia

Av. Juscelino Kubitscheck, 1597 - Centro, Foz do Iguaçu - PR

 Tel: 045 30292930   -  045 99859 9074

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social